GSVLabs, do Vale do Silício, chega ao Brasil em parceria com a Kyvo

Kyvo passa a ser representante exclusiva da GSVlabs no Brasil, podendo utilizar metodologias e estratégias do centro de inovações, além do suporte dos mais de 170 mentores

A consultoria Kyvo Design-driven Innovation e a plataforma de inovação GSVlabs, do Vale do Silício, iniciam neste mês de janeiro uma parceria para a aceleração de startups brasileiras. Com a união, a Kyvo passa a ser representante exclusiva da GSVlabs no Brasil, podendo utilizar metodologias e estratégias da aceleradora americana, além do suporte dos mais de 170 mentores que fazem parte do grupo, para impulsionar os empreendedores nacionais.

Segundo Hilton Menezes, co-fundador da Kyvo, o objetivo da parceria é trabalhar na tração de startups, transformando as ideias do empreendedor em um processo “learn by doing”. “Estamos unindo a nossa experiência com aceleração de startups e consultoria em design de serviço às melhores práticas para alavancar empresas utilizadas no Vale do Silício”, diz.

Para a GSVlabs, a parceria com a Kyvo significa o ingresso no mercado brasileiro. Além dos Estados Unidos, a GSVlabs conta com operações no México, China, Indonésia e Índia. “Estamos muito focados no mercado brasileiro, pois vemos grande potencial de geração de novos negócios. Pretendemos construir uma ponte com o Vale do Silício para desenvolver esse ecossistema de empreendedorismo que cresce tão rapidamente no Brasil”, diz Bobby Arimi, diretor de negócios globais do GSVLabs.

Em 2015, a plataforma de inovação americana gerou US$ 200 milhões para as mais de 150 startups que estão sob o guarda-chuva da GSVlabs. A aceleradora faz parte do grupo GSVCapital, listado na Nasdaq e com participações relevantes em empresas como Facebook, Snapshat, Dropbox e Spotify.

Pela parceria com a Kyvo, a GSVlabs também traz um programa de inovação que ajuda empresas já consolidadas a criarem ou fazerem parcerias com startups através de um modelo de negócios escalável.Nos Estados Unidos, utilizam esse programa companhias como a Intel, 3M, AT&T e a JetBlue. Esta última, inclusive, anunciou em 2016 a instalação de uma startup dentro do centro de inovações do GSVlabs paradesenvolver tecnologias que facilitem a vida dos passageiros de avião e tripulações.

“Já estamos trabalhando em um programa de aceleração para uma multinacional com forte presença no Brasil com previsão de lançamento até o fim de janeiro. A demanda das grandes empresas por investimentos em startups, com o objetivo de fomentar a inovação, é crescente”, complementa Menezes.

Related Posts